Cantora estava na aeronave para fazer show na cidade mineira de Caratinga, nesta sexta (5/11); a 4 km do aeroporto, avião caiu e matou toda a tripulação

A cantora Marília Mendonça infelizmente morreu nesta sexta-feira (5/11), após o avião em que estava cair em Piedade de Caratinga, uma cidade com 8 mil habitantes no Vale do Rio Doce mineiro. A Rainha da Sofrência, de 26 anos, e os outros quatro tripulantes da aeronave também morreram no acidente. A queda aconteceu à apenas 4 km do aeroporto de Caratinga, onde Marília realizaria show ontem.

O avião que levava a artista e parte da equipe dela para Caratinga saiu do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia-GO, às 13h02, segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Foram quase 2h30 de voo. Os primeiros chamados para o Corpo de Bombeiros dão conta de que a aeronave caiu por volta das 15h30 desta sexta (05/11).

A queda ocorreu em um curso d’água, próximo ao acesso pela BR-474. “Assim que as equipes chegaram, iniciaram os trabalhos de acesso forçado e de desencarceramento. Quando adentraram no interior da aeronave, logo verificaram existência de alguns óbitos, incluindo o óbito da cantora Marília Mendonça”, afirmou o tenente Pedro Aihara, porta-voz da Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

Continua após a publicidade

Alguns vídeos que foram compartilhados pelas redes sociais mostraram os primeiros momentos logo após o acidente, antes mesmo dos bombeiros chegarem ao local. “Não tem ninguém falando lá dentro, não?!”, pergunta um homem, ao que outro responde: “Tem não”. Os envolvidos chegam a falar que não conseguiam abrir a porta da aeronave.

As imagens, também disseminadas pela internet, mostraram uma aeronave bastante danificada.

Acidente perto do destino

Faltavam apenas 4 km para a cantora Marília Mendonça e sua equipe finalizarem a viagem entre Goiânia-GO e Caratinga-MG, no Vale do Rio Doce, de um total de 1.180 km, quando o avião em que todos estavam caiu em Piedade de Caratinga, cidade vizinha onde aconteceria o show de Marília.

“Infelizmente, essa aeronave, quando estava próxima do aeroporto, teve dificuldade para aterrissar e tentou um pouso forçado”, informou o capitão Jefferson Luiz Ribeiro, chefe da comunicação da Polícia Militar na cidade mineira. O avião bateu com as pedras da cachoeira e todos os cinco tripulantes faleceram no local.

Continua após a publicidade

“O resgate é muito difícil em função da localização em que a aeronave se encontra, um local de muitas pedras, muita água, tendo o risco, inclusive, da aeronave descer mais por conta da correnteza”, acrescentou o militar.

Mapa para mostrar onde ocorreu o acidente que matou Marília Mendonça

Posteriormente, já à noite, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou que o avião também atingiu fios de alta tensão da empresa antes da queda.

Cabos partidos em torre próximo à queda do avião que levava Marília Mendonça
Imagem mostra cabos partidos em torre próximo à queda do avião que levava Marília Mendonça (foto: Reprodução/WhatsApp)

Tio e produtor também mortos

A assessoria da cantora confirmou, no fim da tarde (05/11), a morte de todos os cinco tripulantes. “Com imenso pesar, nós, assessoria de imprensa da cantora Marília Mendonça, confirmamos a sua morte, de seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e co-pilto do avião”, disse, em trecho de comunicado.

O Produtor, Henrique Ribeiro, também conhecido como Henrique Bahia, foi também produtor do cantor Cristiano Araújo, que morreu em um acidente de carro em junho de 2015.

As autoridades conseguiram retirar todos os corpos até no início desta noite. A aeronave foi guiada pelo piloto Geraldo Martins de Medeiros, natural de Floriano, Sul do Piauí, mas que morava em Brasília. Ele deixa esposa e filhos. O copiloto era Tarciso Pessoa Viana, que também deixa filhos e a esposa grávida de 7 meses.

Continua após a publicidade
avião acidentado que levava Marilia Mendonça
Imagem mostra movimentação logo após queda da aeronave

Moradores viram queda da aeronave

Antes de cair na cachoeira na zona rural de Piedade de Caratinga, o avião da cantora Marília Mendonça sofreu uma avaria. Segundo o relato de um morador do condomínio fechado onde fica o local do acidente.

Avião acidentado de Marília Mendonça
Aeronave caiu em um local de difícil acesso no interior de Minas (foto: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais/Divulgação)

“Primeiro, soltou uma peça do avião, que caiu perto da casa de um morador do condomínio. Em seguida, o avião começou a girar no ar em formato de parafuso. Bateu de bico na cachoeira. Ouvi um grande estrondo”, contou o morador. Segundo ele, o barulho da queda foi “parecido com o de uma forte batida de carro”.

Outra moradora do local, também sob anonimato, relatou à reportagem que, além do estrondo, houve temor em virtude do impacto causado pela queda. Ela afirmou a versão de que a aeronave deu “rodopios” no céu antes de cair.

O que se sabe até agora do acidente

  • Avião bimotor despencou perto de uma cachoeira por volta de 15h30 desta sexta;
  • Cinco pessoas estavam no avião; todas morreram, entre elas a cantora Marília Mendonça, de 26 anos;
  • O avião, um King Air prefixo PT-ONJ, da PEC Táxi Aéreo, estava em situação regular e possui autorização para fazer táxi aéreo, segundo a ANAC.