Por meio da análise dos últimos dois anos, a pesquisa pode observar o momento em que sites liberam as melhores ofertas de produtos

Você sabia que apenas 1/3 dos sites participantes do Black Friday liberam todas as ofertas à meia-noite? Um estudo do site da Promobit (especializado em promoções e descontos) mostra que o melhor momento para comprar um produto pode variar dependendo do tipo de produto que o consumidor procura.

Publicidade

Ao longo de mais de dois anos de análise, a plataforma conseguiu determinar a hora de lançamento do maior número de ofertas e também observou uma tendência de que os anúncios de ofertas começam bem antes da meia-noite.

Em 2019 e 2020, a maioria das ofertas foi anunciada na véspera da Black Friday. Estudos mostram que o pico do número de ofertas, concentra-se próximo à data da cotação, geralmente por volta das 9 horas da noite.

Por exemplo, em 2019, a distribuição de cotações na véspera e na Black Friday é melhor, mas em 2020, esse padrão não se repete, e um pico mais alto do que entre 00:00 e 1:00 é observado às 23:00 na véspera.

Tabela mostra a quantidade de ofertas feitas na véspera e no dia da Black Friday em 2019 e 2020. (foto: Reprodução/Promobit)

O CEO da Promobit, Fabio Carneiro, explica: “O período mais forte costuma ser de quinta a sexta-feira de madrugada, mas a quantidade e a qualidade das promoções variam de acordo com a estratégia e os resultados alcançados. Durante o evento, haverá monitoramento e aprimoramento constantes.”

O estudo é baseado em uma pesquisa com mais de 5.000 brasileiros e tem como objetivo identificar as categorias mais populares para analisar o melhor horário para fazer compras.

Publicidade

Moda

Durante a Black Friday, a categoria moda é a mais procurada pelos brasileiros. Para as pessoas que gostam de comprar esses produtos, é mais econômico ir para a cama cedo.

A análise mostra que o pico de roupas e sapatos femininos ocorreu às 21h na quinta-feira antes da Black Friday e continuou até as 22h, e só volta a crescer às 21h da sexta-feira.

Tabela mostra quantidade de ofertas na categoria “Moda e Calçados Femininos”, na véspera e no dia da Black Friday em 2019 e 2020. (foto: Reprodução/Promobit)

Na categoria de roupas e calçados masculinos, o esporte em 2020 continua quase igual ao feminino. Por via das dúvidas vale acompanhar as ofertas ao final da quinta-feira e voltar a olhar às 21h da sexta.

Smartphone e computador

Para quem pretende aproveitar o desconto de sexta-feira para comprar um smartphone, o melhor horário é entre as 11h de quinta-feira à noite e as 2h de sexta-feira de manhã.

Publicidade

Para computadores e notebooks, os horários de pico são diferentes ao longo do dia, mas os descontos se concentram mais no intervalo entre as 19h de quinta-feira e as 2h de sexta-feira.

Tabela mostra quantidade de ofertas na categoria “Smartphones, Tablets e Telefones”, na véspera e no dia da Black Friday em 2019 e 2020. (foto: Reprodução/Promobit)

Já para TVs, fones de ouvido ou caixas de som, as melhores promoções concentram-se no período de quinta a sexta-feira, mas alguns descontos já podem surgir a partir das 22h.

Tabela mostra quantidade de ofertas na categoria “Eletrônicos, Áudio e Vídeo”, na véspera e no dia da Black Friday em 2019 e 2020. (foto: Reprodução/Promobit)

Outras buscas

Durante o período da pesquisa, os produtos de eletrodomésticos variaram muito. Os melhores descontos aparecem ao longo do dia. O período de pico da promoção em 2020 é muito próximo de quinta para sexta-feira, mas ainda não está claro se é o melhor momento para fazer compras.

Por fim, em termos de descontos, a categoria de jogos se mostrou a mais volátil. O melhor horário para compras em 2019 é próximo à meia-noite e, em seguida, sexta-feira à tarde, enquanto em 2020 as melhores ofertas apareceram ao longo de toda a quinta-feira.

Publicidade